Menu


 

(83) 98109-8149

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Caminhoneiros realizam protestos e Paraíba pode ficar sem combustíveis

22 MAI 2018
22 de Maio de 2018

Caminhoneiros realizam protestos na manhã desta segunda-feira (21), no município de Cabedelo, na Grande João Pessoa, no Agreste, Cariri e Sertão do estado. Além de Cabedelo, as manifestações acontecem nas cidades de Campina Grande, Soledade e Marizópolis.

De acordo com o Sindicato  dos  Transportadores  Autônomos  de Cargas no  Estado  da  Paraíba (SINDITAC/PB) a manifestação acontece por conta dos reajustes no preço dos combustíveis, anunciados pela Petrobras na última semana.

Em Cabedelo os manifestantes impediram o transporte de combustíveis no porto, de onde, segundo o Sinditac, saem cerca de 5 milhões de litros por dia; quantidade que serve para abastecer os 223 municípios paraibanos.

A expectativa do sindicato é que em 48h falte combustíveis em postos paraibanos.

Decisão

Nesse domingo (20), uma liminar concedida pela Justiça Federal na Paraíba, proibiu que manifestantes ocupem ou dificultem a passagem de veículos em rodovias federais no estado, sob pena de multa de R$ 200 mil ao SINDITAC.

A decisão judicial foi tomada em resposta a uma ação de interdito proibitório movida pela Advocacia Geral da União (AGU), que, por sua vez, foi acionada pela Superintendência da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba.


portal t5

Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!