Menu


 

(83) 98109-8149

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Impeachment de Leto é adiado e vereadores pedirão provas ao TJPB

23 MAI 2018
23 de Maio de 2018

Em sessão extraordinária da Câmara Municipal de Cabedelo, na noite desta terça-feira (22), os 15 vereadores da cidade se reuniram para decidir o futuro administrativo do Município, podendo definir o pedido de impeachment do prefeito Leto Viana e do vice Flávio de Oliveira, ambos do PRP. Durante o encontro, a Procuradoria da Casa orientou os parlamentares a solicitar ao Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) as provas contidas na ação contra o prefeito. O parecer foi aceito pela maioria dos parlamentares, adiando o processo de impedimento.

Segundo o procurador da Câmara, Vandalberto Carvalho, a solicitação dos vereadores ao TJPB será encaminhada nesta quarta-feira (23). O tribunal, por sua vez, deverá enviar a documentação pedida em um prazo de oito dias. Depois da análise das provas do processo, cujo prazo não foi definido, a Câmara poderá novamente deliberar se aceita o pedido de impeachment de Leto e Flávio. É preciso dois terços dos votos favoráveis ao impedimento para que haja cassação dos mandatos.

O pedido de impeachment foi protocolado por cinco partidos (PSOL, PSB, PT, PCdoB e PTC).

O prefeito Leto Viana foi preso durante a operação Xeque-Mate, da Polícia Federal, suspeito de participar de um esquema de corrupção na gestão municipal.

Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!